Encerramento do Ano Mariano

No domingo, dia 15, encerraram-se as comemorações pelo Centenário das Aparições de Nossa Senhora de Fátima e pelos 300 Anos de Nossa Senhora Aparecida. Apesar das duas festas terem sido celebradas principalmente em Portugal e no Brasil, o mundo católico viveu um ano repleto do amor de Nossa Senhora por todos nós, seus filhos adotivos, e que nos mostrou ainda mais a direção ao ponto central de nossa fé católica, seu filho Jesus Cristo. Através desse amor de Mãe, vivenciamos muitas bênçãos ao longo desse ano no mundo e em nossa comunidade.

Nesses últimos dias de celebração em nossa comunidade, vivenciamos este amor de Maria, com início na procissão de velas, que se deu ao redor da igreja de St. Paul em Colónia, no dia 12, seguido da recitação do terço, que tanto fortalece nossa comunidade. Em um belo momento de união, vimos ao redor do altar principal da igreja um grande terço formado pelos membros de nossa comunidade.

No dia seguinte, aconteceu também a Santa Missa em celebração pelo Centenário das Aparições de Nossa Senhora de Fátima. Unindo-se às celebrações em Portugal, o Padre Marcos Leite, lembrou em sua homilia a importância deste ano de celebrações para o povo Português e para todo o mundo católico, que reza o rosário e que faz disso um porto seguro para enfrentar as dificuldades do dia a dia.

No domingo, dia 15, com a Santa Missa pelos 300 Anos de Nossa Senhora Aparecida, lembramos da padroeira de todo o povo brasileiro. Também em união com as celebrações em todo o Brasil, vivenciamos momentos de puro amor a Mãe de Deus. Com a igreja lotada de fiéis, O Padre Marcos Leite também lembrou em sua homilia do “SIM” de Maria e de como podemos também seguir o seu exemplo e dizer o nosso “SIM” para sentarmos à mesa e saborearmos o banquete que Deus nos preparou, além de partilharmos da sua inigualável presença.

O ponto alto de todas essas celebrações, sem dúvida nenhuma, foram as mensagens enviadas pelo Papa Francisco. Pela internet, o Santo Padre, deu uma importante mensagem e um conselho: “Nunca tenhais medo, Deus é muito melhor que todas as nossas misérias e gosta muito de nós. Ide em frente e nunca vos afasteis da Mãe. Como uma criança que está junto a sua mãe e se sente segura, assim nós ao lado da Virgem nos sentimos muito seguros. Ela é a nossa garantia. E finalmente, quero vos dar um conselho: nunca deixeis o Rosário. Rezai o Rosário, como Ela pediu.”

Seguindo a orientação de nossos Padres pastores e do próprio Papa Francisco, não deixemos apagar em nossos corações a memória da nossa Mãe. Qualquer que seja a denominação dada a Ela, Fátima ou Aparecida, devemos ter Nela o exemplo maior de vida humana cristã e um importante ponto referencial da nossa fé. Segundo São Luís Maria Grignion de Montfort, que escreveu o Tratado da Verdadeira Devoção à Santíssima Virgem, devemos confiar a Maria nossos maiores tesouros e graças, pois ela é o caminho seguro para alcançarmos o Reino do seu Filho Jesus: “Deus Pai juntou todas as águas e denominou-as mar, reuniu todas as suas graças e chamou-as Maria”.

Vídeo do Papa Francisco pelos 300 Anos de N. Sra. Aparecida

Vídeo do Papa Francisco pelo Encerramento das Celebrações do Centenário das Aparições de N. Sra de Fátima

Galeria de Imagem das Celebrações de Encerramento do Ano Mariano em Colónia